Dicas para você

WordPress .com ou .org: Qual devo utilizar?

Esta é uma dúvida que pega num aspecto geral para todos aqueles que buscam criar um site ou blog no Sistema de Gerenciamento de Conteúdo WordPress e se depararam com duas possibilidades — ou simplesmente não sabiam que há mais de uma. Por que há dois WordPress diferentes? Tem que pagar para ter um blog ou site nesta plataforma? Por que o .com é limitado e que o .org oferece de diferente? Agora é a hora de tirar todas estas dúvidas.

O que é o WordPress?

WordPress é um aplicativo de código aberto de Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (do inglês Content Manager System – CMS) para web, escrito em linguagem de programação PHP com banco de dados MySQL, voltado principalmente para a criação de sites e blogs. Essa é uma das ferramentas mais famosas na criação de blogs disputando diretamente com o serviço do Google chamado Blogger. (fonte)

O WordPress.org e WordPress.com não são exatamente a mesma coisa, apesar dos dois serem o mesmo CMS. A diferença é que um já te fornece tudo pronto (que seria o .com), enquanto o outro te dá a opção de baixar diretamente o aplicativo para você é livre instala-lo onde quiser e manusea-lo como quiser.

Sobre o WordPress.com

Oferecido pela Auttomatic, o WordPress.com é uma oferta de blog e site do qual você já faz a conta e já pode sair postando na mesma hora. Imagine um blogger do Google, no qual você o cria e já sai com um blog escrito meublog.blogspot.com no final. É praticamente a mesma coisa! A diferença está na plataforma e a URL será meublog.wordpress.com. A partir do instante em que você faz sua conta, o seu blog em wordpress já está pronto para receber conteúdo e com uma grande lista de temas para serem usados.

O WordPress.com é grátis?

Sim, ele possui um plano básico grátis e é muito bom. A praticidade que ele oferece é ótima. O porém é que ele é extremamente limitado no quesito de customização para quem tem esse perfil de conta, inclusive para as contas pagas, como a Personal, a Premium e Business (e se paga em dólar).

Qual são os limites da conta free?

Na conta grátis do WordPress.com nenhum layout premium vem incluído no pacote, e os básicos que eles fornecem pela loja de templates há poucas opções de personalização. Os premiums são melhores, obviamente, mas você ainda sim fica limitado ao template.

  • Posso contratar um designer para fazer um layout para mim? Não.
  • Posso mexer na programação dos temas de lá? Também não. 🙁

Infelizmente, com conta paga ou grátis você fica à mercê do que a loja de temas oferece, sem possibilidade alguma de um design próprio ou contratado por um profissional, ou até mesmo feito por você. E além de tudo isso ele só possui 3GB de espaço na conta free. Quem gosta de postar muitas fotos atinge este limite em poucos meses.

O que tem de diferença para conta Personal, Premium ou Business?

A conta Personal não difere muito da free no sentido de funcionalidades. De 3GB você passa a ter 6GB de espaço neste plano, “ganha” um domínio, conta de e-mail e fica livre das propagandas. Tudo isso por US$35 ao ano.

Muitas pessoas assinam a conta Premium com a esperança de ter mais opções. Por ano sai US$99 e só então que você consegue ter acesso a mais funcionalidades para personalizar o seu design — mas ainda sim sem acesso ao código do tema ou instalação de um layout contratado e produzido pelo seu designer de confiança. Já na conta Business o negócio sai mais de US$299 ao ano e só assim você tem a possibilidade de utilizar o Google Analytics (sim, só nesse plano você pode usar Google Analytics!) e mais alguns outros benefícios.

É necessário lembrar de uma coisa: O WordPress.com é perfeito para determinados tipos de usuários. Ele não é ruim e é destinado ao público que exige praticidade ao blogar além de qualquer coisa! Ele possui o melhor programa de gerenciador de conteúdo e é bastante seguro.

A conta Business é ideal para empresas e a Premium é perfeita para quem não se importa muito com um layout exclusivo. Blogs institucionais ou corporativos usam muito estes serviços.

Já vi sites com layouts personalizados e são WP .com. O que são eles?

Sim, esses sites de fato existem! Aqui no Brasil um exemplo disso são os sites da Editora Abril (M de Mulher, Revista Exame, Super Interessante etc). Esse serviço do WordPress.com chama-se VIP, que é voltado especialmente para empresas e grupos grandes que possuem vários subsites e blogs que possuem uma alta demanda de acessos todos os dias. O valor desse serviço sai a partir de US$5.ooo por mês, podendo chegar até US$25.000. Muito caro? Provavelmente sim para quem não exige servidores dedicados e não chega a milhões de acesso por dia, mas para quem precisa de um serviço pesado, vale super a pena. O VIP oferece suporte dedicado diferenciado, servidores altamente rápidos que trabalham em parceria com a Automattic (por isso a possibilidade de utilizar o sistema do WP .org com todos os benefícios do .com) e de espaço, tráfego e uso ilimitado!


Sobre o WordPress.org

Ao contrário do .com do qual o site já vem pronto para receber conteúdo, o .org oferece apenas o download. Ele não oferece nenhum tipo de hospedagem e nem login. O .org, além de oferecer o download, possui um diretório praticamente ilimitado de plugins (recurso que não tem no .com) para potencializar o seu site e possui toda a documentação para desenvolvedores — o chamado Codex. Você não depende mais da loja. Você pode instalar qualquer layout, personalizar à vontade com acesso a código completo e painel de customização.

A parte mais complicada para vários usuário é o que fazer depois do download. Isso acontece porque muita gente não tem ideia do fazer, que é como achar uma hospedagem e como instalar a plataforma (que é o que o .com já te fornece pronto).

O WordPress.org é pago?

Não. Se alguém te falou que o .org é pago essa pessoa está equivocada, ou não soube explicar corretamente. O download do WordPress é 100% gratuito, e você pode instalar todos os plugins que você quiser da galeria, além te entregar de bandeja lista de todas as tags de post. Como não amar? O mito de que o WordPress.org é pago vem do uso da hospedagem, e esse mito se propagou como se fosse a verdade absoluta, pois é muito comum contratar uma hospedagem particular para usar o WordPress. Hospedagens pagas possuem servidores mais estáveis e o risco do site sair do ar consequentemente é menor do que se ter em uma hospedagem free. Além disso, o atendimento do suporte contratado é melhor e ajuda a resolver qualquer pepino que pode acontecer — ao contrário das hospedagens grátis, que nem sempre tem um bom suporte devido à alta demanda e muitos usuários.

Há hospedagens que não passam de R$15 ao mês e algumas separam o pacote de hospedagem por limite de visualizações e deixa o espaço ilimitado, que é super legal e te dá mais noção de qual plano se encaixa melhor no seu site através de sua taxa mensal de visitantes.

Com esse WordPress, você pode contratar um profissional de sua preferência para fazer o seu layout e fazer tudo sob medida para você! Não há nada melhor do que ter nosso site com nossa cara e com aquele toque especial e profissional, não é mesmo?

É possível ter hospedagem de graça?

Com certeza! Segue abaixo uma lista de hospedagens grátis que tem suporte para instalação WordPress.

A Hostinger é a melhorzinha da lista que citei, pois o painel é lindo, intuitivo, e é em português! Possui 2GB de espaço e muito boa para quem ainda não quer investir numa hospedagem paga.

Com o tempo, costume e com o crescimento do blog, você pode migrar para uma hospedagem melhor e que atenda a sua demanda de visitantes. Recomendo muito estas empresas:

É obrigatório ter domínio?

Não. As hospedagens free (e algumas particulares) oferecem o serviço de subdomínio onde você ganha um nome para o seu blog através de um domínio fornecido por eles. Ter um domínio é opcional (porém é recomendado para dar um ar mais profissional e ter o seu registro próprio na web) e na maioria das vezes não passa de R$30 a R$40 anuais. Praticamente todas as empresas que oferecem hospedagem de sites também oferece registro de domínio, mas você também pode fazer o registro separadamente e pedir para o seu suporte fazer o vínculo do seu domínio com a hospedagem. Segue abaixo duas empresas que são líderes no mercado de registro de domínio aqui no Brasil:

  • Registro.br: para registros .com.br
  • Go Daddy: para vários tipos de domínio. Só tome cuidado com as promoções loucas, que prometem um registro baratíssimo e para renovar é 3x a mais do preço original, rs.

Como instalar o WordPress?

Várias hospedagens oferecem no painel ferramentas de instalação de diversos softwares e scripts no site, e a maioria das vezes o WordPress está na lista por ser bastante popular. Há também o método de instalação manual que é bem fácil também, que é só seguir o tutorial de instalação que eu fiz (utilizando a Hostinger como exemplo).

Migrar do .com para o .org vai manter os seguidores?

Sim. Mas para isso é preciso utilizar plugin JetPack em seu site. Você pode gerar o botão de seguir seu novo blog e migrar os seguidores do antigo wordpress novo blog assim que o plugin for instalado. Basta manter ativada a opção JSON API do JetPack.


Conclusão

Agora que sabemos todas as possibilidades do .org e .com tem a nos oferecer, qual você acha melhor? Não há melhor e pior, mas sim qual se encaixa no seu perfil. Um WordPress pelo .com, fácil, prático e rápido ou um .org, com mais opções de personalização e exclusividade? Faça as contas e veja o que é melhor para você o que você gostaria de ter em seu futuro site!